Tutoia: Vereadores aprovam projeto que autoriza o Prefeito Romildo Damasceno a gastar 39 milhões do Precatório do Fundef - Blog LEANDRO ROCHA

Blog LEANDRO ROCHA

VERDADE SEM MANIPULAÇÃO.

Super sorteio Funeral Prev 2020

Super sorteio Funeral Prev 2020
Tutoia Maranhão

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Tutoia: Vereadores aprovam projeto que autoriza o Prefeito Romildo Damasceno a gastar 39 milhões do Precatório do Fundef


Por Elivaldo Ramos

Em sessão extraordinária realizada na noite de ontem (23/07/2019) a Câmara de Vereadores de Tutóia aprovou a inclusão de 39 milhões dos precatórios do FUDNEF (de um total de 46 milhões de reais que o município recebeu) no orçamento 2019/2020. 

A sessão quase foi sufocada por centenas de professores da rede pública municipal de Tutóia que ocuparam a galeria e o largo do Palácio da Câmara Municipal. Os professores protestaram com cartazes e faixas colocadas no Plenário da Câmara Municipal.

Houve muito bate boca entre parlamentares e professores que defendiam o adiamento da votação pois há um ponto controverso nesse processo em que 60% do recurso deverá ser rateados para os professores. 

O prefeito de Tutóia por diversas vezes já se posicionou contra a distribuição de 60% para os professores. 

Existem, inclusive, processos na justiça que pleiteiam o bloqueio de 60% desse montante. Os professores, segundo o SINSPUTSAMPAN, tem direito e há ação judicial solicitando o rateamento do recurso e há ainda um parecer aprovado pela Câmara dos Deputados (em Brasília) em que uma Comissão aprovou o rateamento aos professores, mas há prontos controversos por conta de posicionamentos do TCU - Tribunal de Contas da União que emitiu um parecer para não fazer a distribuição. 

Na votação, seis vereadores votaram autorizando prefeito gastar todo o montante (Nelinho, Paulinho, Gleison, Ze de Mar, professor Altamir e Wilian Silva) e quatro deles (professor Paulo Rogério, Raimundo Sintraf, Viriato e Jamilza Baquil) pediram que a Casa suspendesse a votação até que se conclua a situação controversa que é a de que pode ser feito dois planos de investimento, um dos 40% e outro dos 60%. 

           

Muitos professores publicaram notas de repúdio em suas páginas na rede social:
O ASSASINATO DA DEMOCRACIA EM NOSSA QUERIDA TUTÓIA
Em primeiro lugar gostaria de saudar a todos os meus companheiros de luta em nome do Senhor Jesus que é o Deus que nos garantirá a vitória para que o Seu santo nome seja exaltado. Ontem foi uma noite negra para a história de nossa cidade, as cenas não me saem da memória e isso fez brotar dentro de mim mais fortemente um desejo de ocupar um espaço dentro da política do município de forma mais contundente a partir de 2020. Nunca havia presenciado no atual pleito uma sessão em nossa câmara municipal e fiquei horrorizado com o que presenciei. Vi parte da classe trabalhadora mais importante de uma nação, os professores, sendo tripudiados por 7 homens que foram eleitos para também os defendê-los. Gravem estes nomes, RAIMUNDINHO, WILLIAN, GLEISON, PAULO ROBERTO, ZÉ EDIMAR, ALTAMIR E NÉLIO, foram responsáveis pelo episódio que marcará a história do nosso município de forma negativa e que significará o maior desperdício de dinheiro público em favor de minorias, decidi usar o eufemismo para me resguardar,e que todos sabemos que nunca serão investidos prioritariamente em nosso agonizante sistema educacional. Dentre os 7 citados que fazer algumas considerações relevantes. parabenizo ironicamente o professor Nélio (atualmente vereador) e o atual presidente da casa raimundinho que tiveram a coragem de defender o indefensável. Ah! mas como é humilhante os professores serem lesados de seus direitos por um professor que não sabe sequer diferenciar semanticamente os verbos "ser" e "estar" e um presidente que assassina a língua pronunciando "famia" e "prano", culpa nossa que os colocamos lá para nos representar. Os demais de forma desrespeitosa aprovaram o tal projeto vomitando um monossilábico e constrangedor "SIM", e ainda teve um especialista em mímica, nesse segundo grupo também havia um ex-professor que demostrou de forma clara a sua dificuldade de executar a leitura do projeto sem considerar a prosódia e pontuação textual.Contudo, parabenizo os 4 vereadores RAIMUNDO, VIRIATO,JAMILZA E PAULO ROGÉRIO que se mantiveram firmes em defender os seus pontos de vista e com argumentos prudentes defenderam a inclusão de nossa classe no projeto, que aliás tudo o que buscamos é a nossa inclusão no projeto, pois o governo que repete a fala de que deseja investir os quase 40 milhões em educação não nos vê como parte integrante da máquina que movimenta o processo educacional. Quero finalizar o texto deixando alguns questionamentos para reflexão dos defensores da exclusão de nossa classe.
1.De onde provém os recursos que outrora foram considerados valores exagerados e hoje é objeto de disputa quando deveria ser de partilha?
2. Se tais recursos são específicos da educação por que os professores não podem usufruir de direitos que outrora lhes foram negados?
3. Por que o maravilhoso plano de ação para aplicação desses recursos foram apresentados e não discutidos com a sociedade?
4. Por que os vereadores da base do governo em sua maioria não tiveram a ombridade de argumentar em defesa do que estava sendo aprovado?
5. Por que se percebe uma exacerbada urgência em aprovar o projeto atropelando para isso o regimento interno da câmara?
6.Se há boa fé por parte do governo em aplicar corretamente os recursos em prol da educação, por que assim o fazer mantendo a velha política de construção e reforma quando deveriam copiar modelos que deram certo em outros cantos do país?
Vamos lutar até o fim, o professor tem que ser respeitado!
Professor Robert Wildeman (Bob)

Na rede social muitos memes estão circulando, contra e a favor das votações, veja:







Veja uma nota publicada pelo Sindicato:
Abuso de poder reina em Tutóia 

Há 2 anos e 7 meses, nebulosos da administração pública do município de Tutóia, destaca-se o MEDO, as RETALHAÇÕES, as INCERTEZAS, a COBIÇA, descomunalmente plantados na administração do prefeito Romildo Damasceno, que tenta, a qualquer custo, empurrar a aprovação da Lei para gasto, sem planejamento, dos PRECATÓRIOS DO FUNDEF, sem seguir os trâmites legais.

Quem diria que o nosso prestativo técnico de enfermagem, hoje PREFEITO, iria pôr medo e terror contra povo de Tutóia?

2020, vem aí, e as mentiras e falsas promessas também.

Sejamos vigilantes. Tutóia é nossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here