Nota de esclarecimento: Família Rocha divulga nota sobre o pedido de reintegração de posse que acontecerá amanhã - Blog LEANDRO ROCHA

Blog LEANDRO ROCHA

VERDADE SEM MANIPULAÇÃO.

Super sorteio Funeral Prev 2020

Super sorteio Funeral Prev 2020
Tutoia Maranhão

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 2 de julho de 2019

Nota de esclarecimento: Família Rocha divulga nota sobre o pedido de reintegração de posse que acontecerá amanhã



Foi enviado a este blog, a nota a seguir, onde fala sobre a matéria veiculada no dia 1° de julho. A nota é de autoria da família Rocha do Barro Duro, a mesma tem um mandato de reintegração de posse que será cumprido amanhã. Considerando que este blog é uma ferramenta democrática e que tem o papel de informar, aqui está a versão da outra parte da história.

Reintegração de posse/ Nota

Em 1982 foi adquirido o título de uma gleba de terra nopovoado Barro Duro, sendo que foi comprado do governoestadual do Maranhão, que mede 250×1500,sendo o proprietário, Raimundo Ferreira da Rocha.Dono da gleba : fazenda templo verde.Onde o próprio Raimundo Ferreira da Rocha, játrabalhava nas terras a 15 anos.Cultivava mandioca milho feijão para da o sustento asua família.Tempo depois o mesmo veio a falecer deixando aúnica herança para seus filhos.Tendo que todos seus filhos morando em Macapá APresolveram passar a procuração para o filho maispróximo do terreno que morava em São Luís.Em certo dia chegou a notícia que suas terras estavasendo invadida por pessoas conterrâneos, onde foi atéo terreno e se deparou com 2 a 3 pessoas que estavaconstruindo 2 casas e informou que séria o dono doterreno. Porém, essas pessoas não deram crédito à suacomunicação e continuaram a construir falando que elenão tinha documentos do terreno. Após alguns dias,o Sr. Trazibolo voltou com os documentos em mãose apresentou, mesmo assim não deram crédito. Foiaí que Sr. Trazibolo Ferreira da Rocha sendo filho deRaimundo Ferreira da Rocha procurador legal foi até adelegacia de Polícia de Tutóia e registrou um boletimde ocorrência, e deu se iniciou a um processo judicialde número 1864.2014 na comarca de Tutóia. Esse processo vemrolando à 6 anos entre tentativa de acordos semsucesso.Por motivo de impossibilidade, o Sr.Trazibolo Ferreira da Rocha passa uma procuraçãopara seu filho Jairon Silva da Rocha, continuar lutandopelos seus direitos de posse da terra que de direitoe documentado e registrado em cartório é da famíliaRocha.

Confira no link abaixo, a matéria que fala sobre o assunto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here