Tutoia- MA: vereadores de oposição contestam legalidade da empresa licitada para a construção de três quadras poliesportivas no valor 2 Milhões de reais oriundos do FUNDEF. - Blog LEANDRO ROCHA

Blog LEANDRO ROCHA

VERDADE SEM MANIPULAÇÃO.

Super sorteio Funeral Prev 2020

Super sorteio Funeral Prev 2020
Tutoia Maranhão

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 14 de maio de 2019

Tutoia- MA: vereadores de oposição contestam legalidade da empresa licitada para a construção de três quadras poliesportivas no valor 2 Milhões de reais oriundos do FUNDEF.


Na sessão da  última segunda-feira, 13 de Maio, vereadores de oposição, puseram em pauta as questões em relação ao assunto que interessa aos professores, no que se refere aos valores do FUNDEF. O Debate iniciado pelo vereador Sintraf e complementado pelos vereadores; Paulo Rogério, Viriato e Jamilza, fez a discussão sobre o assunto permear a sessão inteira.

Como a sessão estava sem pauta definida, a palavra foi aberta para cada vereador que quisesse se pronunciar. Diante disso, o debate foi incisivo quando se trata dos 60% do precatório direcionado aos professores da rede pública. 

Na ocasião, o vereador Raimundo Sintraf, questionou a legalidade da empresa licitada para a construção das primeiras obras oriundos dos recursos do precatório, onde pediu que a casa ( Câmara municipal) colocasse em discussão o seu requerimento, onde pede que a câmara fiscalize mais profundamente da aplicação dos recursos, principalmente após constatar  suspeitas da referida empresa que "ganhou" a licitação para a construção de três quadras poliesportivas no valor de 2.100.000,00 (dois milhões e cem mil). Segundo ele, a empresa Diplomata Engenharia com escritório em um shopping na capital São Luís, apresenta um histórico negativa e levanta suspeitas para uma obra com valores elevados. Ele afirma que a empresa tem débitos milionário com os órgãos de controle.

Já é pela segunda semana consecutiva que o parlamentar tenta incluir na pauta o assunto que é de grande interesse da população Tutoiense, afinal, trata-se de um montante de 47 milhões de reais a serem investidos na educação. No entanto, o presidente da casa, Raimundinho Celso, não cedeu e disse que na próxima será discutido. O vereador lamentou que a mesa diretora não queiria debater um fato de tão grande importância para o município. Falou que existe uma "barreira" "imposta pela câmara", na qual está  dificultando  a apreciação da matéria.


Você conseguiria comprar algo com o nome 'sujo'?

Se você tivesse uma empresa, venderia para quem tem o nome no SPC?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here