O Movimento " Tutóia não quer presídio " vai às ruas contra a instalação da unidade prisional de ressocialização implantado no município de Tutóia MA.





Hoje , 20 de Novembro,  a sociedade civil organizada com o Movimento "Tutóia não quer presídio" , fizeram  um grande ato na Av.Paulino Neves no Centro da Cidade de Tutóia MA.  A manifestação foi com a finalidade de mostrar a insatisfação com a medida tomada pelo governo do estado do Maranhão  (Flávio Dino),  medida essa que por sua vez foi imediata e sem consultar a população. Trata-se de uma unidade prisional de ressocialização, a mesma já está estalada e funcionando onde era a delegacia do município,  no Centro da Cidade. 

O ato  contou com a presença de várias lideranças sindicais e estudantil.  Na oportunidade cada cidadão retratou na sua fala a insatisfação com  essa medida desastrosa feita pelo governo do Estado. 

Os representes relataram as consequência futuras que por exemplo de outras cidade já veio a acontecer. o sucego do povo é uma das várias situações , que por suas vez além de ser uma cidade de quase 60 mil abitantes ainda pode ser considerada uma cidade "tranqüila" apesar de acontecimentos isolados e que dar pra ser controlado pelas força de segurança que hoje existe na cidade. O turismo  seria afetado,  pelo fato de uma  possível má imagem á qual seria transmitido caso de uma rebelião etc. O povo tem a consciência dos fatores negativos caso essa instalação continue em atividade.

Os membro da comissão   do Movimento,  assim como os outros,  aproveitaram , para pedir que o Governador tenha interesse é de agilizar no procedimento da água potável que perdura por muitos anos e nunca se torna realidade no município. Além desse,  foi cobrado o Hospital que tanto o povo precisa e é carente.  Foi pedido preferência imediata pra essas duas citações e não para um presídio que não trará benefício ao povo Tutoiense. 

Os alunos das escolas estaduais,  Casemiro de Abreu e Liceu Tutoiense fizeram presente e o líder de cada escola deram sua contribuição e rejeitaram a implantação da Unidade prisional,  nos seus discursos afirmaram que Tutóia não precisa de presídio e e sim de uma Universidade e consequentemente uma melhoria na educação como um todo. 

Alguns dos falantes:  

Paulo César- PC⬇⬇⬇

Prof. Paulo Rogério e também vereador ⬇⬇⬇


Flávio Merequeta -professor ⬇⬇⬇

Elivaldo Ramos- presidente do sindicato dos servidores públicos de Tutóia. ⬇⬇⬇

Rodrigues - da Ama Tutóia  e cons. Da Apa Delta do Parnaíba  ⬇⬇⬇

Antônio Amaral- membro do governo Municipal. ⬇⬇⬇


Prof°. Telma ⬇⬇⬇


Abdon de Andrade- do INSS⬇⬇⬇

E outros

O evento contou também com a presença de  dois cantores da terra;   Ceverino e Jaja,   artistas da música boa e das belas canções Tutoiense. Que animuou o povo com sua carisma e um jeito bom de fazer música. 


Portanto,  é notório que o povo não quer esse presídio em Tutóia  .
 Além  dessa manifestação,  será entregue ao governo do Maranhão um Abaixo-assinado com mais de mil assinaturas pedindo que seja retirado a unidade prisional de nossa Cidade.  o movimento não vai parar por  aí,  só foi a primeira etapa e  não irá  parar até que seja atendido a principal reivindicação   colocada  pelo movimento , que é a revogação dessa decisão , em nome de toda a sociedade Tutoiense, para o bem dela. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

LAMENTÁVEL: Motociclista caiu em buraco em Rua no Bairro Lagoa Grande/Tutóia-MA

Na noite desse Sábado, 19 de Maio, Motocicleta cai em um buraco de mais de 2 metro de largura com 1,5 de profundidade.  A Rua que que...